Conímbriga

As origens do sítio arqueológico romano mais emblemático de Portugal remontam ao Bronze Final (séc. X-IX a.C.). Ocupada pelos romanos em 136 a.C., Conímbriga conheceu um notável desenvolvimento ao tempo do imperador Augusto que a dotou de diversas infraestruturas: fórum, aqueduto, termas públicas e muralha honorífica. Os imperadores Flávios, concederam-lhe o estatuto municipal, projetando-a para uma era de prosperidade que se manteve até inícios do séc. III, e da qual são testemunho sumptuosas residências privadas, como a Casa dos Repuxos. A cidade conheceu posteriormente um processo de gradual decadência que culminou no seu abandono durante o período medieval.

 

Museu Monográfico de Conimbriga – Museu Nacional; 3150-220, Condeixa-a-Velha.

Tel: 239 941 177 | geral@mmconimbriga.dgpc.pt

De segunda a domingo: das 10h00 às 18h00 (de novembro a fevereiro) e das 10h00 às 19h00 (de março a outubro).

Encerram nos dias 1 de janeiro, domingo de Páscoa, 1 de maio, 24 de Julho e 25 de dezembro.

Bilheteira: 4,5 € (adultos), 2,25 € (reformados e estudantes), grátis para crianças até aos 12 anos e todos os domingos e feriados até às 14h00 (para residentes em território nacional). 



CATEGORIA

Museus

DISTRITO

Coimbra

TESTES

Estudo de mercado massificado junto de uma amostra representativa da população portuguesa de 222.900 indivíduos

   

Coloque aqui o seu E-mail para subscrever as notícias Cinco-Estrelas

FreshMail.com