Cornucópias – Prémio Cinco Estrelas Regiões

Cornucópias

LEGADO DOS MONGES E DAS MONJAS CISTERCIENSES

A doçaria conventual portuguesa, originária de conventos e mosteiros, conta com muitos séculos de história. Das mãos de monges e monjas criaram-se doces e licores verdadeiramente divinais. Uma história de árduo labor, paciência e saber fazer, que engrandeceu gastronomia portuguesa de reconhecimento internacional.

O território de Alcobaça, administrado pelos monges de Cister durante vários séculos (do século XII ao século XIX), foi sempre uma região de cariz fortemente agrícola. O conhecimento técnico dos monges, trabalhado em terrenos férteis, tornou este território reconhecido pelos seus produtos agrícolas e pelas sua gastronomia de excelência.

Além da fruticultura, onde se destaca a Maçã de Alcobaça, também os Doces e Licores Conventuais representam uma forte marca gastronómica do concelho. Várias casas e pastelarias do concelho de Alcobaça conservam ainda hoje a tradição dos Doces e Licores Conventuais dos Mosteiros de Alcobaça e de Coz, monges e monjas, respetivamente.

RECEITA (20 pax):

Ingredientes:

Para a massa: 250g de farinha; 3 colheres (sopa) de manteiga; 1 colher (chá) de fermento em pó; sal q.b.; água q.b.; azeite ou óleo (para fritar); açúcar e canela (para polvilhar).

Para o recheio: 1 chávena (almoçadeira) de doce de ovos-moles.

Misture e amasse a farinha, a manteiga, o fermento, o sal e a água até conseguir obter uma massa própria para tender. Tenda a massa com a espessura de cerca de 2 ou 3 mm. Corte em tiras de 1,5 cm de largo, e enrole em espiral, partindo de cima para baixo em forma de cornucópia, aconchegando bem. Frite em azeite ou óleo, ou mistura dos dois, a 160º C. Retire as cornucópias, passe-as por açúcar e canela e recheie com doce de ovos-moles.

In “Doçaria Conventual na Mostra de Alcobaça”; Chefe Silva; Texto Editores, Câmara Municipal de Alcobaça; 2004

 


Dados Resumo


CATEGORIA

Doçaria Regional

DISTRITO

Leiria

TESTES

Estudo de mercado massificado junto de uma amostra representativa da população portuguesa de 425.000 indivíduos

 

 

 

 

 

Coloque aqui o seu E-mail para subscrever a newsletter Notícias Cinco-Estrelas

Quero receber as Notícias Cinco Estrelas